Boletins

PGDAS-D: Receita confirma instabilidade no programa

PGDAS-D: Receita confirma instabilidade no programa

 

Olá Caros amigos e Clientes,

 

Informamos que tivemos uma instabilidade do Sistema da Receita Federal do Brasil desde semana passada e com isso acarretou um atraso no envio do DAS para os nossos clientes.

 

Salientamos que conseguimos gerar todos os DAS dentro do prazo para pagamento.

 

Informamos que o vencimento do DAS é hoje, dia 20/01/2021.

 

Segue abaixo a mensagem da Receita Federal mencionando a instabilidade.

 

Usuários têm relatado instabilidades no Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional - Declaratório (PGDAS-D) , desde sexta-feira (15).

O programa estaria apresentando erros ao acessar, anexar arquivos e até emitir a entrega da declaração mensal.

Confira a mensagem do programa:

Por meio de nota, a Receita Federal confirmou que o programa tem apresentado instabilidades nos últimos dias. Contudo, o problema já foi detectado e está sendo tratado pela área técnica, com prioridade.

De acordo com a Receita, o usuário deve “aguardar alguns instantes e tentar novamente”. Confira:

PGDAS-D

O PGDAS- D permite ao contribuinte calcular os tributos devidos mensalmente na forma do Simples Nacional, declarar o valor devido e imprimir o documento de arrecadação (DAS).

As informações deverão ser fornecidas mensalmente até o dia 20 do mês subsequente, relativamente aos fatos geradores ocorridos no mês anterior.

Penalidades

Por deixar de prestar as informações no PGDAS-D no prazo previsto na legislação ou prestar com incorreções ou omissões, o contribuinte estará sujeito às seguintes multas, para cada mês de referência:

- 2% (dois por cento) ao mês-calendário ou fração, a partir do primeiro dia do quarto mês do ano subsequente à ocorrência dos fatos geradores, incidentes sobre o montante dos impostos e contribuições decorrentes das informações prestadas no PGDAS-D, ainda que integralmente pago, no caso de ausência de prestação de informações ou sua efetuação após o prazo, limitada a 20% (vinte por cento), observada a multa mínima de R$ 50,00 (cinquenta reais) para cada mês de referência;
- R$ 20,00 (vinte reais) para cada grupo de dez informações incorretas ou omitidas.

As multas serão reduzidas (observada a aplicação da multa mínima):

- à metade, quando a declaração for apresentada após o prazo, mas antes de qualquer procedimento de ofício;
- a 75% (setenta e cinco por cento), se houver a apresentação da declaração no prazo fixado em intimação.

Obrigada e abraços!

Departamento Fiscal e Contábil.

 

Fonte: https://bit.ly/39M0fbX




Clicando em "Aceitar" você concorda com todas as nossas políticas de privacidade. Detalhes Aceitar